TJ manda 30 juízes devolverem valores que receberam para mestrado


O desembargador Bernardo Moreira Garcez Neto, corregedor do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou que 30 juízes que fizeram mestrado em Portugal e outros países, e não defenderam a dissertação, devolvam os valores que receberam do tribunal.

O que se diz é que o valor que cada juiz deve devolver é de mais de R$ 1 milhão. A Associação dos Magistrados deve acionar o próprio Judiciário contra o corregedor.