Ministro da Justiça nomeia ‘mãe da Lava Jato’

De acordo com matéria publicada neste domingo (10) pela Folha de São Paulo, o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, nomeou a delegada Érika Mialik Marena para ser conselheira do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Órgão esse que ficou conhecido por divulgar movimentações suspeitas do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL/RJ), Fabrício Queiroz.

Érika Mialik Marena, ex-delegada da Polícia Federal e foi apelidada “mãe da Operação Lava Jato”, tem experiência na recuperação de ativos e investigação de crimes financeiros.

No momento Marena é chefe do DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional), departamento ligado ao Ministério da Justiça.