Segurança no governo Flávio Dino chega ao fundo do poço

FACEBOOK

Como a maioria de vocês já deve estar sabendo, inclusive o governador Flávio Dino, São Luís foi alvo de ataques na noite de ontem (19). Mais uma vez a população de São Luís foi vítima da ação indiscriminada e atabalhoada do “crime organizado” formado por descamisados maltrapilhos que aterrorizam e humilham o poder público.

Imediatamente o Governo do Estado lançou uma nota em que afirmava que os ataques cessaram por 17 meses. Ou seja, desde que Flávio Dino assumiu o governo. O fato mostra que, pelo menos em um comparativo com a ex-governadora Roseana Sarney, o atual governo tem muito o que aprender. Sob o comando da filha de José Sarney, o Maranhão passou 36 meses sem sofrer este tipo de ataque. E, convenhamos, Roseana não era assim nenhuma “Brastemp” no quesito segurança.

Flávio Dino

Flávio Dino: os mesmos erros de Roseana Sarney.

Para o governo, os ataques sustentam a tese de que agora o sistema penitenciário está pacificado e sob controle. Isso mesmo, meus caros leitores: cada ônibus queimado é uma espécie de diploma de honra ao mérito do governo dentro das cadeiras e presídios do Maranhão. Por essa lógica, digamos assim, peculiar, a ex-governadora deveria ter sido indicada ao Nobel da Paz.

No restante da nota, o governo “informa” que os responsáveis já foram identificados e, em um surto que lhe concebe também a capa do Poder Judiciário, garante que os acusados irão sofrer as penas previstas na lei.

Os agentes do governo também pedem para que não sejam divulgadas mensagens e nem notícias sobre os atentados. Absolutamente tudo o que não faziam no passado quando era Roseana a governadora.

Seria até engraçado, se não fosse trágico tanto atrevimento. Os mesmos que hoje apontam o sucesso da política de segurança pública no estado personalizada em ônibus queimados e pânico entre a população, não achavam isso quando Roseana Sarney era governadora. Pelo contrário, os “ônibus queimados” de Roseana eram provas de fracasso. Os ônibus queimados de Flávio Dino são sinais de seu sucesso.

WhatsApp-Image-20160520

Os aterradores e assustadores bandidos capturados pelo governo. Juntos, não pesam 50 kg.

Menos de 24h depois dos ataques, o governo preparou um verdadeiro espetáculo para apresentar cinco magricelas raquíticos que, pelo menos na cabeça atormentada, mostram que o governo é “eficiente”.

A bem da verdade, depois que Flávio Dino assumiu o governo, o Maranhão se tornou a Disneylândia dos assaltantes de banco. Denúncias de pessoas ligadas aos Direitos Humanos acusam o atual governo de “terceirizar” o comando dos presídios para facções criminosas. Os assaltos a ônibus na capital já passaram das centenas. Os índices de homicídios seguem os mesmos.

Apesar disso, apesar de tudo isso, o governo tem a audácia de tentar emoldurar os ônibus queimados na noite de ontem, ao lado de alguns magricelas, e tratar a imagem como um certificado de eficiência.

Os fatos mostram que Flávio Dino comete todos os inúmeros erros cometidos por Roseana Sarney. Com uma única mudança: o que antigamente era vício no passado passou a ser virtude no presente.

Senhoras e senhores, uma salva de palmas para Flávio Dino, o ilusionista.