Secretário de Flávio Dino já tem histórico de agressões

O coordenador do MBL no Maranhão, Gustavo Carvalho, acusou o secretário estadual de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, de tê-lo agredido nesta quinta-feira (08), mas o político negou o ocorrido. Contudo, histórico recente mostra que o secretário do governador Flávio Dino já se envolveu em outras polêmicas.

No ano passado, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa do Maranhão, Rogério Cafeteira, até então deputado estadual pelo PSB, chamou Adriano Sarney (PV) para briga.

Por muito pouco não houve agressões físicas, após discussão dos parlamentares sobre finanças do Governo Flávio Dino. Foi necessário a intervenção dos deputados presentes para que não chegassem às vias de fato.

Em 2017, Rogério Cafeteira foi acusado de racismo e agressão na porta da Escola Crescimento, em São Luís. O secretário teria chamado de “preto” e ofendido com palavras de baixo calão um servidor da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) e pai de uma aluna da escola.

Segundo o servidor, Rogério alegava ter prioridade e passou na frente dos outros pais para pegar seu filho na escola. Após ter sido questionado, o secretário se dirigiu em direção ao veículo do funcionário da SEAP, chutou e abriu a porta e partiu para a agressão física.