Qual a diferença entre Reinaldo Azevedo e Joesley Batista?

A mesma Procuradoria Geral da República que livrou Joesley Batista e lhe garantiu uma vida regada a bilhões de dólares roubados do povo brasileiro, atual firmemente na destruição da imagem do jornalista Reinaldo Azevedo.

Os crimes de ambos são públicos. Reinaldo Azevedo caiu em desgraça por criticar em seu blog, na Rádio Jovem Pan e em outras mídias os métodos de Rodrigo Janot e Deltan Dellagnol. Já Joesley Batista tungou bilhões dos cofres públicos, atentou contra o mercado financeiro, prostituiu a política e mergulhou o país em uma crise institucional.

O vazamento de ligações feitas por Reinaldo Azevedo para Andrea Neves renderam ao jornalista a perda de empregos em dois dos maiores meios de comunicação do país. Já a descoberta dos crimes de Joesley lhe rendeu o direito de fazer uma delação premiadíssima que irá impedi-lo de pagar por seus crimes e, ainda por cima, o asseverou vida luxuosa nos EUA.

O trato que a PGR deu a um bandido que furtou bilhões de reais e o trato que deu a um jornalista que cometeu o crime de discordar de seus métodos deixa escancaradamente claro o que já se mostrava como muito provável: a Lava Jato deixou de ser uma operação que busca a punição dos bandidos e se tornou um monstro disposto a devorar qualquer um que se coloque em seu caminho, até mesmo os inocentes.