Partido quer relançar ‘Lula Livre’

Uma reunião marcada para o próximo sábado (16), pela base organizadora da campanha “Lula Livre”, promete que o movimento ganhara volume e abraçará novas pautas.

A nova roupagem da campanha é decorrente da frustração da não presença do ex-presidente Lula nas eleições presidenciais e com a derrota do candidato do partido, Fernando Haddad.

O Comitê Nacional Lula Livre é formado por líderes de partidos de esquerda, que tem assembleia, porém sem forma organizada e ações pontuais. Com a nova reunião, a ideia é criar comitês pelo país para que possam espalhar a narrativa de que a democracia está em risco, e assim, gerar um ambiente de instabilidade politica e pressionar o judiciário por uma futura revisão criminal do ex-presidente Lula.

O primeiro movimento será a Jornada Lula Livre, e está marcada para os dias 7 a 10 de abril. Data essa, que marcara um ano da prisão do petista e também o julgamento de ações no STF sobre prisão em segunda instância. Os organizadores da campanha antecipa que nesse dia ocorrerão atos, seminários e shows pelo país.