PT e Psol irão boicotar posse de Bolsonaro

O Partido dos Trabalhadores anunciou que não participará da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso Nacional. Por meio de nota o partido caracterizou a ação como uma denúncia à falta de lisura no processo eleitoral após o impeachment de Dilma Rousseff. A ausência, na visão do partido, também é uma forma de protestar contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Logo após a nota do PT, o Psol também anunciou que não deve participar da posse do presidente eleito na próxima terçafeira, dia 1º de janeiro. Juliano Medeiros, presidente do partido, explicou a decisão. “Como prestigiar alguém que despreza os direitos humanos, promete colocar o Brasil de joelhos diante dos EUA e destruir os direitos sociais? Não vamos à posse”, disse em sua conta no Twitter