Presidente do IPREV é exonerado de forma silenciosa

Deputado César Pires convoca presidente do IPREV para prestar esclarecimentos

O presidente do Instituto de Previdência dos Servidores (IPREV), Joel Fernandes Benin, foi silenciosamente exonerado após inúmeras denúncias sobre o órgão, principalmente na Assembleia Legislativa.

O governador Flávio Dino não informou nas redes sociais a exoneração de Benin, como normalmente faz. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da última segunda-feira (22).

Desde o ano passado, o IPREV tem sido acusado denunciado, na Assembleia Legislativa, de proporcionar um rombo enorme nas contas do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (FEPA).

Os deputados oposicionistas tentam convocar Benin para dar explicações sobre os saques do FEPA após as graves denúncias. Barrado pela base governista, o deputado estadual Eduardo Braide tentou a convocação do ex-presidente do IPREV no fim de 2018.

Em março, o convite ao gestor para prestar esclarecimentos aos deputados sobre a atual situação previdenciária estadual foi acordado pelo deputado César Pires com o líder do governo na Assembleia Legislativa, Rafael Leitoa.

Pelo acordo celebrado, Pires retirava o requerimento de pauta e Benin iria espontaneamente prestar os esclarecimentos. A expectativa é que Benin fosse na próxima terça-feira (30), mas após sua silenciosa exoneração, isso dificilmente irá acontecer.