PF suspeita que ex-deputado seja mandante do assassinato Marielle

O ex-deputado estadual Domingos Brazão (ex-MDB) é citado em um inquérito da policia federal como um dos “possíveis mandantes” do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL). O inquérito apura se houve obstrução à Justiça na apuração do crime, ocorrido em março do ano passado.

Domingos Brazão

Domingos Brazão

O trabalho da Policia Civil está sendo investigada pela PF depois do pedido da procuradora geral da República, Raquel Dodge, ao surgirem suspeitas de que estava acontecendo ações para desviar o foco das investigações.

O advogado de defesa disse que seu cliente nega qualquer envolvimento nas mortes da vereadora e de seu motorista. E que Brazão se colocou à disposição da Justiça.