Pedido de arquivamento de inquérito de Roseana beneficia Lobão

edison

O senador e ex-ministro das Minas e Energia Edson Lobão também se beneficia do pedido feito ao STF pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de arquivamento de inquérito contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

A peemdebista começou a ser investigada depois de o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa – primeiro delator do esquema –, afirmar que pagou R$ 2 milhões em propina para a campanha de 2010 no Maranhão.

O dinheiro teria sido pedido por Lobão, à época ministro, por isso ele também figurava no inquérito.

Ao requerer o arquivamento, Janot apontou que não foram encontradas provas que corroborassem a delação de Costa.