Parceria entre governo e prefeituras só valeu nas eleições

edivaldo-holanda-junior-flavio-dino-768x524

Parceria “porreta” que só vale para a eleição. Em 2018 tem mais.

Entre os fatores que garantiram a reeleição de Edivaldo Holanda Jr estava a parceria entre prefeitura e governo do estado. A coisa toda foi vendida para o eleitor como uma espécie de redenção. São Luís que já sofrera tanto com a perseguição de governadores, finalmente teria uma parceria em prol de dias melhores. Acontece que até esta, assim como tantos outros, não passou de mais uma enganação eleitoral.

Deputados alertam para a completa inexistência de recursos destinado ao programa Mais Asfalto na proposta orçamentária do governo para o ano que vem. O que isso significa? Que o governo não pretende, pelo menos à primeira vista, fazer jus a tal da “parceria” com a prefeitura.

O deputado Alexandre Almeida (PTN) usou a tribuna nesta terça-feira (29) para fazer a denúncia.

– Fui ver o que estava registrado para a Secretaria de Infraestrutura em 2017 e, para a minha surpresa, o governador não destinou R$ 1,00 para o Mais Asfalto em 2017. Não é invenção minha; é a proposta orçamentária que o governador mandou para esta Casa, que não tem R$ 1,00 para o Programa Mais Asfalto para o ano de

– Era ou não era uma obra eleitoreira? Aqui está a prova, Maranhão. Os prefeitos que vão assumir, no ano de 2017, lamentavelmente, não é ano de eleição, por isso a proposta orçamentária do governador não contempla 1 km de asfalto nos municípios – denunciou Alexandre Almeida.

A denúncia de Alexandre mostra que não só Edivaldo Holanda Jr, mas como todos os prefeitos que foram eleitos com a ajuda das máquinas do governo não irão contar com a tal da “parceria com o governo”.

Essa matéria inaugura o selo “Eu avisei”.

eu avisei