Operador financeiro do PSDB volta a ser preso

O engenheiro Paulo Vieira de Souza, mais popularmente conhecido com Paulo Preto, volta a ser preso na  60ª fase da Operação Lava Jato. A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira (19). Paulo Preto foi ex-diretor da Departamento Rodoviário S.A. (Dersa), estatal responsável pela engenharia do governo de São Paulo, durante a gestão do ex-governador e senador José Serra (PSDB).

Paulo Preto já havia sido preso em duas ocasiões, em maio de 2018 e em abril do mesmo ano, e nas duas, a segunda turma do STF mandou libertá-lo por não ter verificado risco às investigações.