OAB desmente apoio divulgado por Fernando Haddad

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) emitiu nota em desmente o suposto apoio da entidade ao candidato Fernando Haddad (PT). De acordo com a nota, a OAB não é signatária da página “O Brasil Feliz de Novo” criada pelo partido de Haddad em que consta o apoio não apenas da Ordem dos Advogados, mas de outras entidades que também negaram o apoio.

Junto da OAB, também negaram apoiar Fernando Haddad a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) armaram que “não promovem ou indicam voto em qualquer chapa concorrente”.

Diz a nota:

“As entidades signatárias abaixo nominadas, tendo em vista o uso indevido do nome das instituições na página “O Brasil Feliz de Novo”, do candidato à Presidência da República Fernando Haddad, reiteram que não apoiam, promovem ou indicam voto em quaisquer das chapas concorrentes”.

A atitude das entidades foi desencadeada após ganhar força nas redes sociais o uso do suposto apoio pela coligação petista. Inclusive, uma nota creditada a OAB em que se armava que “um ambiente sociopolítico ético e democrático, bem como por respeito à Constituição Federal de 1988”, justiçando o falso apoio ao candidato Fernando Haddad.

Na nota divulgada as entidades ameaçam “tomar as medidas cabíveis” caso o Partido dos Trabalhadores não retire o apoio forjado de sua página.