MP investiga fechamento de hospital de 20 leitos em Davinópolis

Davinópolis

O promotor de Justiça Newton Bello Neto, titular da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de Imperatriz, instaurou inquérito para apurar os motivos pelos quais o hospital de 20 leitos de Davinópolis está pronto, mas sem funcionar.

A unidade foi entregue pelo Governo do Estado ao Município em 2014 e chegou a funcionar, em regime de plantão 24h. O atendimento, no entanto, foi encerrado em dezembro daquele ano.

De lá para cá, a estrutura permanece fechada, sem atender um único paciente. “Deixando a população local impedida de usufruir da estrutura de uma obra pela qual todos custearam”, destaca o represente do MP.

Ao instaurar inquérito para apurar responsabilidades, Newton Bello Neto determina coleta de provas e realização de diligências “tendentes a detectar as reais causas pelas quais os gestores do MUNICÍPIO DE DAVINÓPOLIS e do ESTADO DO MARANHÃO ainda não efetivaram a colocação em funcionamento do hospital”.