Mais um “paço” e Flávio Dino em direção ao sarneísmo

 

Duas caras da mesma política que arruína o Maranhão.

Duas caras da mesma política que arruína o Maranhão.

No último fim de semana o governador Flávio Dino foi a Paço do Lumiar com o objetivo de realizar duas tarefas: cuspir na cara da Justiça Eleitoral e mostrar que será ele o herdeiro do sarneísmo.

O sábado (27) foi o dia escolhido para que em paço do Lumiar fosse iniciado o maior programa de desrespeito da legislação eleitoral desse estado. Os tais “diálogos” inaugurados por Flávio Dino e tão usados por seus aliados nada mais são do que propaganda eleitoral antecipada.

Acontece que até 2014 era o tipo de crime eleitoral marginal. Com a chegada de Flávio Dino ao poder, parece que o crime (pelo menos o crime eleitoral) se ornou uma espécie de política de governo. E tome “diálogos”!

Domingos Dutra, o político que gostaria de ver presidiário tendo massagem e usando creme hidratante às nossas custas, é pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar.

Dutra é uma espécie de zumbi na vida daquele pessoal. Quando saiu do Maiobão (maior bairro da cidade) para se tornar uma espécie de bobo da corte do PT na Câmara Federal, esqueceu completamente a cidade que dizia amar. Agora retorna.

Eis o tipo do político que irá passar a vida inteira sem propor NADA de útil para o povo. Dutra ganhou notoriedade criticando e fazendo galhofas de José Sarney. Quando o ex-presidente abandou a vida pública, Dutra não conseguiu mais se reeleger.

Hoje, sem Sarney para poder bater, ele escolheu a Odebrecht e o prefeito Josemar. Engraçado que a empresa alvo do agora comunista seja a mesma que irrigou por aos os cofres do PT. E Dutra, onde estava? Estava surrando Sarney.

Os tais “diálogos de Paço do Lumiar”, além do show de Dutra, as pessoas também puderam testemunhar o avanço do governador Flávio Dino rumo a tudo o que ele dizia combater.

O governador bradou em alto e bom som:

“Vim pedir a vocês para colocar nesse time […], para me ajudar a governar e ajudar para que as ações do governo cheguem em Paço do Lumiar, eu vim pedir pra vocês pra colocarem na prefeitura Domingos Dutra, que é o candidato que terá o nosso apoio aqui em Paço do Lumiar”.

Campanha eleitoral antecipada e uma espécie de tráfico de influência descarado. O mais engraçado nessa história é a voracidade e o petulância de Flávio Dino.

Josemar Sobreiro, o prefeito de Paço do Lumiar, é do mesmo PSDB do vice-governador Carlos Brandão. Para bom entendedor, não é?

Em minha mais humilde opinião, Flávio institucionalizou o crime eleitoral como político de governo. E ao desrespeitar de forma tão descarada um prefeito da base aliada, mostra que sua voracidade pelo poder rivaliza apenas com uma pessoa no Maranhão, e vocês já sabem quem é.