Lula, FHC e Sarney articulam o nome de Nélson Jobim para suceder Temer. E anistiar todos os corruptos

Os jornais desta quinta-feira, 25, adiantam que as articulações para a substituição do presidente Michel Temer evoluíram nas três principais forças políticas do país –PMDB, PSDB e PT– e agora envolvem diretamente três ex-presidentes: FHC, Lula e Sarney. As conversas são reservadas em Brasília e São Paulo. O candidato dos três tem nome e sobrenome: Nelson Jobim.

O acordo por trás dessa articulação é o mais sinistro. Jobim deve ser o escolhido para preparar uma anistia ampla geral e irrestrita para todos os corruptos. Uma manobra lesa-pátria que tem como alvo sepultar a Lava-Jato e livrar os corruptos de pagar por seus crimes.

Fonte: César Weis