Juíza determina prisão do marido de Eliziane Gama

A reportagem abaixo foi publicada na manha desta quarta (17) em O Antagonista + . Pouco depois ela foi suplantada do site. De acordo com os editores, a ação foi causada porque o caso envolvendo Inácio Melo Cavalcante é “particular”. Apesar do ato, prints da reportagem já haviam sido feitos. Confira a reportagem na íntegra:

A juíza Ana Clarisse de Almeida. da 2′ Vara de Família de Mossoró. no Rio Grande do Norte, determinou a prisão. em regime fechado, do empresário Inácio Cavalcante Meio Neto. marido da senadora maranhense Eliziane Gama, líder do Cidadania.

Em sua defesa, ainda de acordo com a decisão, o marido da senadora alegou “impossibilidade do pagamento da pensão ora executada, em virtude de dificuldade financeira e despesa com outro filho menor”.

A juíza rebateu. na decisão: “Vale registrar que o executado demonstra padrão de vida incompatível Com a alegada condição de insuficiência financeira”.

Em outra ação que corre em São Luis, Melo é acusado de unia dívida na ordem de 500 mil reais com o filho, pelo não pagamento integral da pensão desde quando o garoto tinha 3 anos.

Em nota enviada a O Antagonista, a senadora informou que ”reitera seu absoluto respeito com toda e Qualquer decisão judicial”.

“A parlamentar esclarece que o litígio envolvendo seu marido. em razão de valores financeiros referentes à pensão alimentícia é de estrita responsabilidade do mesmo, que, como consta nos autos. vem fazendo o pagamento mensalmente e recorreu de manifestação judicial em seu desfavor. O assunto, portanto, encontra-se sub judice. Processos envolvendo família são doloridos para ambas as partes. É lamentável o uso político de questões que envolvem o bem-estar de um jovem. A senadora salienta a absoluta confiança na Justiça brasileira. que arbitrará solução justa para o caso”.

Também em nota, a defesa do empresário ponderou que o valor exigido pela Justiça foi depositado judicialmente. “suspendendo qualquer medida judicial”.

Confira parte da decisão.