Indicado por Josimar de Maranhãozinho é exonerado do INCRA


O superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Mauro Rogério Maranhão Pinto, conhecido como Mauro da Hidraelle, foi exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (22).

Indicado pelo deputado Josimar de Maranhãozinho (PL), o engenheiro assumiu o cargo no dia 6 de agosto, mas  não durou nem um mês no cargo.

O pedido de exoneração partiu do deputado federal Aluísio Mendes (Podemos), que é desafeto de Josimar de Maranhãozinho e ficou inconformado com a indicação.

O INCRA é um dos órgãos federais mais importantes no estado do Maranhão.

A versão oficial diz que após a investigação da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), o nome de Mauro Rogério não estava dentro dos requisitos exigidos pelo presidente Bolsonaro.

A indicação de Josimar de Maranhãozinho ainda teria sido feita, após uma pressão do presidente do PL, Waldemar Costa Neto, o que não teria agradado a cúpula do Governo Federal.

Ainda não foi definido quem ocupa o lugar de Mauro Rogério no INCRA.