Guiana pode virar país mais rico do mundo

O segundo país mais pobre da América do Sul se prepara para uma mudança: um boom do setor petroleiro pode colocar a Guiana na lista oposta, aquela que reúne os países mais ricos.

Mas o país pode evitar a chamada “maldição do petróleo” e garantir que sua nova riqueza beneficie todos os guianenses?

“Muitas pessoas ainda entendem o quão grande isso é”, disse o embaixador americano na Guiana, Perry Helloway, em uma recepção em novembro passado em Georgetown, capital do país, que é vizinho da Venezuela.

“Em 2025, o Produto Interno Bruto (PIB) vai aumentar entre 300 % e 1.000 %. Isso é gigantesco. Será o país mais rico do hemisfério e, potencialmente, do mundo”, afirmou.

O prognóstico do americano pode parecer exagerado, mas com uma população de apenas 750 mil pessoas, a riqueza per capita dos habitantes da Guiana tende a disparar.