Brasil vota contra Palestina na ONU

Governo brasileiro abandona o apoio às autoridades palestinas na ONU e vota em defesa do governo de Israel pela primeira vez no Conselho de Direitos Humanos.

Essa demonstração do governo está sendo interpretada por membros do Itamaraty como uma grande mudança nas diretrizes da política externa.

O governo Bolsonaro também votou contra uma resolução que favorecia os sírios e que condena Israel por violações aos direitos humanos em sua ocupação das Colinas de Golã. Em outra votação, que se tratava sobre a expansão dos assentamentos israelenses, o governo se absteve.