Ex-sócio de Gilmar Mendes poderá assumir a PGR

O subprocurador-geral da República, Paulo Gonet, tem sido cogitado como o principal nome para assumir a Procuradoria-Geral da República (PGR) nos próximos dias.

Segundo integrantes da base do governo, Gonet é visto como um ‘conservador raiz’, de linhagem cristã e que possui um histórico no STF com boas atuações nos processos julgados pela Corte.

Contudo, para outros interlocutores, o nome de Gonet representaria um sério risco para o futuro da Lava Jato, visto que o mesmo é apontado como amigo íntimo do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda segundo afirmações, Gonet formava um ‘trio inseparável’ ao lado de Gilmar e de Márcio Chaer, dono do site Conjur.

Além disso, segundo reportagens de alguns veículos de comunicação, Gonet teria sido sócio de Gilmar no Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) e sócio de Guiomar no escritório de advocacia Sérgio Bermudes.

A deputada federal Bia Kicis, que apoia o nome do subprocurador, fez uma publicação nas redes sociais e pontuou a mesma informação, apesar de não enxergar problemas nisso. Segundo ela, “nada interferiu em sua atuação profissional”.