Esquerdistas comemoram morte de cantor Gabriel Diniz na internet

Causou comoção nacional a morte prematura do cantor Gabriel Diniz. Vítima de um trágico acidente de avião, o cantor morreu aos 28 anos após a queda da aeronave no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe. Perfis esquerdistas festejaram a morte do cantor.

Qual a razão de tanto ódio? Simples, GD, como era conhecido, era eleitor de Jair Bolsonaro. Comemorar a morte trágica e prematura de um expoente da música popular brasileira é apenas uma atitude do vasto repertório de ódio propagado pela esquerda no Brasil.

Nos últimos anos se tornaram comuns espancamentos de direitistas em universidades, bem como tentativas de homicídio de eleitores de Jair Bolsonaro. Nas salas de aulas é cada vez mais comum o flagrante de retaliações brutais de professores esquerdistas contra jovens e crianças que ousam discordar deles.

Negros e gays que desafiam a ideia de que seus espíritos são propriedade da esquerda também são atacados diariamente na internet e nas redes sociais pelos capitães do mato vermelhos.

O fato é que o desdém pela morte de GD será mais uma evidência do mito da “esquerda paz e amor” jogada para debaixo do tapete pela grande imprensa.

Um dia a direita começa reagir. Aí vocês já sabem o que irá acontecer…