Direção do Ceuma de joelhos para inimigos da instituição

Esse texto trata sobre o cancelamento de um evento no Ceuma após a choradeira de militantes esquerdistas de PSTU e PSOL que, se pudessem, destruiriam o Ceuma. Vamos lá…

Já pensou em perguntar a algum esquerdista, blackbloc ou feminazi de São Luís o que ele acha do Ceuma? Se fizer a pergunta a algum deles honesto, a resposta será imediata: uma instituição burguesa usurpadora que deveria ter sua concessão cassada. E seus alunos? A maioria é alienada da classe média e indigna da vida que leva.

Durante anos e anos da minha vida acadêmica convivi com o preconceito que é cultivado por certa militância política nas universidades públicas em relação às instituições privadas. Ninguém me disse o que acabo de asseverar, eu vivi isso! Vivi e hoje observo esse comportamento que, até ontem, julgava apenas ser manifestação de infantilidade política.

Pois não é que esse povo que odeia o Ceuma, que nutre desprezo pelos seus alunos, que se pudesse destruiria a relação de prestação de trabalho em que se fundamenta a universidade, agora se arroga o direito de dizer o que pode e o que não pode dentro do… Ceuma?

Um evento do Expresso da Liberdade foi cancelado após alguns meninos chiliquentos e outro punhado de fracassados fazerem pressão. A razão? Para eles o evento é “fascista”. Todas as vezes que você ver um esquerdista alegando fascismo em relação a algo, tenha a certeza de uma coisa: ele é burro e não merece ser levado em consideração.

O evento, que tinha como meta fazer uma análise negativa da famigerada Teologia da Libertação, foi cancelado pela direção da universidade porque não agradaria a um punhado de esquerdopatas que SEQUER são estudantes.

Olhem a loucura: o Expresso da Liberdade é um movimento que defende todas as bases ideológicas, filosóficas e morais que possibilitam ao Ceuma ser o Ceuma. Já os fedorentos que conseguiram impedir o evento, se pudessem enforcariam em praça pública todos os membros da família proprietária da universidade e uma parcela significativa de seus estudantes.

O Ceuma tem papel nuclear dentro da democratização da educação muito mais do que qualquer outra instituição. Mauro Fecury deveria ser nomeado patrono da Educação no Maranhão! Já disse isso em outras circunstâncias.

A instituição formou mais filhos de lavadeira do que a UFMA. O Ceuma abriga muito mais jovens trabalhadores de periferia do que a UEMA. Digo isso sem medo de errar! E todo esse sucesso se deve a uma relação de prestação de serviço que é odiada por aqueles que hoje se arrogam o direito de dizer o que pode e o que não pode ser abrigado pela instituição.

Chega a ser patético que a direção do Ceuma pretira uma ação do Expresso da Liberdade, aliado da universidade, por conta do chilique de fracassados esquerdistas fedorentos.

A coisa só pode ser encarada como piada…

Sigam em frente fedorentos, peçam amanhã que a família Fecury seja despojada da posse do Ceuma. Ou podem começar pedindo que o banho seja abolido. Depois desse absurdo, eu não duvido que vocês consigam.


DICAS DE DEBATE SOBRE ESSE TEXTO:

1º – Antes de qualquer coisa, tape o nariz quando for debater com gente fedorenta.

2º – Quando conversar com esse texto com algum fedorento, ou fedorenta, ele irá me chamar de fascista 10 vezes. Espere a décima vez.

3º – Pergunte a ele se o empreendedorismo da família Fecury ajudou milhares de pessoas a terem acesso à educação. Ele irá negar.

4º – Pergunte sobre a natureza capitalista do Ceuma de prestação de serviço. Ele irá negar. Aí você pergunta se é preferível uma universidade pública em que poucos entram ou um sistema de universidades particulares em que todos têm acesso. Ele irá babar e te chamar de fascista.

5º – Basta deixar o fedorento falar e ele irá corroborar tudo o que eu escrevi aqui.

6º – O linhares.info não te vacina contra fedor, mas te permite ter bons argumentos contra fracassados.

7º – Sejam legais uns com os outros.