Deputado entra com ação na PGR e PF por ameaça de morte a Bolsonaro

O deputado Otoni de Paula (PSC-RJ) publicou um vídeo em sua conta do Youtube nesta segunda-feira (17) no qual ele informa que entrou com uma ação na Procuradoria-Geral da República (PGR) e na Polícia Federal (PF) contra uma suposta ameaça de morte ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, feita pelo jornalista de esquerda Paulo Henrique Amorim.

No vídeo que repercutiu nas redes sociais, o jornalista pergunta: “Bolsonaro é Palmeiras, Botafogo, ou ele é Flamengo?”, em seguida ele segue cantando: “uma vez flamengo, flamengo até morrer. Breve!”

Ao falar sobre esse vídeo em sessão plenária na Câmara dos Deputados, Otoni foi interrompido pelas risadas da esquerda. O deputado chamou as risadas de macabras e afirmou que parecia que os deputados estavam de conluio com a fala do jornalista.

“Eu gostaria de saber se essa morte proposta de Paulo Henrique Amorim ao presidente da República é uma morte física? Para mim, é física!”, afirmou Otoni, que neste momento concedeu a palavra ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

“Eu quero ver quando mataram Marielle se a gente ficasse rindo se vocês ficariam fazendo deboche também sua cambada de hipócrita”, disse Eduardo.

“É o filho de um homem que já levou facada por um ex-integrante do PSOL, é o filho de homem que tem sido ameaçado e agora está sendo ameaçado novamente por um jornalistazinho da esquerda. Como que Paulo Henrique Amorim diz ‘uma vez Flamengo, Flamengo até morrer’, e diz que o presidente da República vai morrer brevemente? Ele tem que responder sim!”