Deltan Dallagnol diz que invasão foi imoral e ilegal

O procurador Deltan Dallagnol usou sua conta no Twitter para reproduzir trechos da nota divulgada pela força-tarefa da Lava Jato e rebater a publicação feita no domingo pelo site Intercept Brasil mostrando troca de mensagens entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e ele e que indicariam suposta influência do ex-juiz nos rumos das investigações.

Os procuradores dizem que as mensagens foram conseguidos através da ação de hacker. Deltan, que coordena a força-tarefa da Lava Jato, destacou no seu Twitter a parte da nota em que os procuradores afirmam que “não vão se dobrar”.

“Os procuradores da Lava Jato não vão se dobrar à invasão imoral e ilegal, à extorsão ou à tentativa de expor e deturpar suas vidas pessoais e profissionais”.

Deltan também destacou o trecho em que diz que “a atuação sórdida daqueles que vierem a se aproveitar da ação do “hacker” para deturpar fatos, apresentar fatos retirados de contexto e falsificar integral ou parcialmente informações atende interesses inconfessáveis de criminosos atingidos pela Lava Jato”.

Fonte: BR 18