Delações sobre Aécio estão sendo feitas com “gosto” por empreiteiros, diz colunista

SÃO PAULO – O senador Aécio Neves (PSDB-MG) é um dos alvos das delações premiadas de empreiteiras, que estão sendo feitas “com prazer” pela OAS e Odebrecht quando é para citar o tucano, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo um integrante da equipe que acompanha as delações, tanto executivos da Odebrecht quanto Léo Pinheiro, da OAS, avaliam que o tucano “colocou fogo” na Lava Jato porque imaginava que ela atingiria somente o PT e pouco teria se importado com as empreiteiras. Marcelo Odebrecht enviou recados para Aécio e se dizia amigo do tucano, mas as mensagens foram desprezadas por ele. 

Já o senador licenciado e atual ministro de Relações Exteriores José Serra (PSDB-SP), na visão deles, não levantou a Lava Jato como bandeira. Por isso, citações a ele têm sido feitas com mais constrangimento. Serra mantém um grande amigo na Odebrecht, o ex-presidente Pedro Novis.