Dallagnol rebate acusação contra a Lava Jato sobre acesso de dados da Receita


O procurador da República, Deltan Dallagnol, rebateu acusações de que integrantes da Operação Lava Jato driblaram a lei para obter dados sigilosos da Receita Federal.

“Mais acusações falsas contra a Lava Jato. A Receita passou informações para o MP na Lava Jato em três situações, sempre com amparo na lei”, escreveu o chefe da força-tarefa em Curitiba.

O procurador afirmou ainda que a Receita Federal tem liberdade de apurar atos ilícitos a partir de notícias que recebe e de comunicá-los ao Ministério Público.

“Uma função central dos Escritórios de Pesquisa e Inteligência, como aquele que o auditor Roberto Leonel chefiava, é exatamente fazer pesquisa e investigação. A obrigatoriedade da comunicação dos indícios de crimes ao MP está prevista no art. 5º da Portaria 671/14”, complementou.