Comunistas “lucraram” mais de R$ 2 milhões com governo Flávio Dino em 2016

jerry e dino

Márcio Jerry e Flávio Dino empoderam “de com força” os seus camaradas comunistas.

O governo de Flávio Dino (PCdoB) tem sido pródigo com os membros do comunismo maranhense.

Foram mais de R$ 2 milhões saídos dos cofres públicos – apenas em fatos documentados oficialmente – para todo tipo patrocínio e empoderamento a membros do partido do governador, somente em 2016.

Nada menos que R$ 970 mil foram retirados do orçamento da Universidade Estadual do Maranhão para bancar festas de réveillon de prefeitos do PCdoB no interior do estado.

Outros R$ 516 mil foram pagados em em salários de comunistas na Secretaria de Comunicação e Articulação Política, chefiada pelo presidente do PCdoB, bi-secretário Márcio Jerry, lugar-tenente do governador.

Nesta mesma pasta, os comunistas ganharam mais de R$ 270 mil em diárias, durante o ano.

Além do convênio com prefeitos do PCdoB para festas de réveillon, Flávio Dino ainda deu mais R$ 215 mil para artistas comunistas e alinhados ao governo fazer o “Show da Virada” em São Luís.

jean carlos

Jean Carlos (no círculo) ganhou pela casa que funcionou como comitê, mais de R$ 170 mil do governo.

Sem falar nos R$ 172 mil em aluguel da casa do comunista Jean Carlos Oliveira, que era um comitê de campanha do PCdoB, em 21014, e virou prédio público desde 2015, sem nenhum utilidade prática.

No total, só nestes exemplos,  “os lucros” dos comunistas chegam a R$ 2,1 milhões com o governo Flávio Dino.

Mas como diz o próprio Flávio Dino, no seu governo “nunca foi, E NÃO SERÁ, realizada pesquisa de filiação partidária”.

Simples assim…