Comissão da Sagrima promove desastre em licitação

Esse parece ser o exemplo da Secretaria de Estado da Agricultura Pecuária e Pesca (Sagrima), comandada pela advogada Fabiana Vilar Rodrigues, indicada do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL).

Denúncia encaminhada ao Blog do Gilberto Léda aponta que há mais de mês a comissão setorial de licitação da pasta publicou um edital para contratação de serviços de “Assistência Técnica Rural” para 200 produtores.

Contrariando a decisão do governo para que as secretarias trabalhem com chamamento publico para as ordens de serviços, o edital está voltado para empresas.

Mas isso não é só!

Segundo apurou o blog, o edital em questão pede uma coisa, mas o termo de referência em anexo pede outra totalmente diferente.

O edital fala em assistência técnica aos produtores da cadeia produtiva do mel, mas o termo de referência cita arranjo produtivo da cachaça.

Uma bagunça geral, que já levou a questionamentos na comissão de licitação da Sagrima. E o que é pior: sem resposta aos interessados.

O representante de uma empresa foi pessoalmente à comissão buscar as respostas que questionara e diz ter sido foi grosseiramente tratado pela presidente da comissão, Hana Paula Silveira, que alegou ter dado todas as respostas a uma pessoa que não é do conhecimento da representante como trabalhadora da sua empresa.

Ao que parece, a secretária Fabiana Rodrigues não tem conhecimento de tudo o que acontece na sua pasta – ou, se tem, desconhece o básico de processos licitatórios.

Pelo visto, Josimar de Maranhãozinho não em tido sorte com suas indicações. Não conseguiu emplacar o Incra e na Sagrima, a coisa toda caminha para um desastre.