Comandante do Exército diz que Amazônia não será tutelada

O Comandante do Exército Brasileiro, general Edson Leal Pujol, alertou os “incautos que insistem em tutelar” a soberania da Amazônia do Brasil.

A declaração foi publicada nesta quinta-feira (22) no site oficial do Exército Brasileiro, na ordem do dia pelo 25 de agosto, Dia do Soldado.

“Aos incautos que insistem em tutelar os desígnios da brasileira Amazônia, não se enganem! Os Soldados do Exército de Caxias estarão sempre atentos e vigilantes, prontos para defender e repelir qualquer tipo de ameaça”, afirmou Pujol.

O posicionamento do Comandante do Exército chega em um momento onde o Brasil é vítima de uma ofensiva midiática com base em incêndios na região amazônica.

O presidente da França, Emmanuel Macron, chegou a dizer que “nossa casa” estava pegando fogo.

“Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica – os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta – está pegando fogo”, escreveu o líder francês.