Casa Branca lança ferramenta de denúncia de censura nas redes sociais

Uma nova ferramenta vai ajudar vítimas de censura em redes sociais como Facebook, Instagram, YouTube, Twitter, entre outras.

A iniciativa foi lançada pela Casa Branca nesta quarta-feira (15) após as denúncias constantes de perseguição ideológica nas redes sociais por parte de conservadores norte-americanos.

Até o próprio presidente Donald Trump já criticou por várias vezes o comportamento partidário de algumas plataformas digitais.

A página da ferramenta afirma:

“Muitos norte-americanos viram suas contas suspensas, banidas ou denunciadas de forma fraudulenta por ‘violações’ incertas de políticas de usuários [das empresas]. Não importa a sua opinião, se você suspeitar que o preconceito político causou tal ação contra você, compartilhe sua história com o presidente [Donald] Trump.”

O modo como as redes sociais gerenciam a atividade dos usuários é um tema comum nos debates do governo dos Estados Unidos.

A nova ferramenta da Casa Branca vem com a intenção de enfrentar e deslegitimar algumas decisões questionáveis das redes sociais.

O sistema solicita aos usuários capturas de tela e links do conteúdo considerados ofensivos pelas plataformas em que foram divulgados. Fornece também um campo para as pessoas descreverem as imposições da empresa contra elas.

A página enfatiza aos usuários que o formulário é voltado apenas para coleta de informações. Isso quer dizer que as denúncias relatadas não devem ser levadas adiante em processos judicias.