Candidatos disputam liderança do Partido Conservador no Reino Unido


Candidatos iniciaram suas campanhas para competir ao cargo de líder do Partido Conservador do Reino Unido. Eles estão apresentando as perspectivas sobre a saída do país da União Europeia (UE) e pedindo apoio.

O partido começou a aceitar candidaturas para o cargo nessa segunda-feira (10). A disputa ocorre após a primeira-ministra Theresa May ter renunciado como líder da legenda e manifestado a intenção de renunciar ao cargo de primeira-ministra.

Um levantamento feito por uma revista com integrantes do partido, no início deste mês, revelou que o ex-secretário de Estado para Assuntos Exteriores Boris Johnson, um defensor linha-dura do Brexit (a saída do Reino Unido da União Europeia), é o grande favorito para o cargo, com 42% das intenções de voto, seguido pelo secretário do Meio Ambiente, Michael Gove, com 12%.

A primeira votação dos membros do Partido Conservador na Câmara dos Comuns vai ocorrer quinta-feira (13). Por meio de sucessivas rodadas de votação, os candidatos serão reduzidos a dois, que competirão na última etapa pelos votos de aproximadamente 120 mil membros da legenda.

O novo líder deve ser escolhido no fim de julho, como também deve assumir o cargo de primeiro-ministro.