Bolsonaro vence a esquerda no Twitter

O Presidente Jair Bolsonaro fez duras criticas, que soou como necessárias, aos grupos de esquerda, após postar um vídeo feito por esses mesmo esquerdistas em suas redes sociais, os autores desse vídeo iniciaram uma onda de acusações contra o presidente.

É notório que os grupos da “resistência” ou extrema-esquerda estão em guerra contra o presidente independentemente de suas ações. O grupo de extremista de esquerda busca a todo custo a queda do presidente mesmo sem nenhum embasamento politico e muito mesmo jurídico, apenas um desejo que beira a insanidade, apenas para alimentar a linha ideológica de ser uma falsa “resistência”.

No twitter, ocorreu nesta quarta-feira (6), a hashtag #impeachmentBolsonaro, que foi levantada pelos militantes esquerdistas, como uma forma de pressão contra o presidente, que por óbvio, em um país democrático que o Brasil é, foi eleito de forma democrática e seguindo a vontade da maioria do povo brasileiro.

O que o grupo da “resistência” não entende, é que o atual presidente tem o total apoio dos cidadãos comuns. E esses cidadãos comuns, são os que andam cansados de escândalos e manifestações promovidos por essa esquerda, que usam o sexo explícito como instrumento ideológico. Os brasileiros de bom senso subiram a hashtag #BolsonaroTemRazão como uma forma de contrapor a hashtag #impeachmentBolsonaro.

Como já era de ser esperado, nessa briga de hashtag, a esquerda perdeu mais uma vez. Já são 272 mil tweets #BolsonaroTemRazão contra 186 mil tweets #impeachmentBolsonaro

Como se percebe, o caminho da verdade e da racionalidade, preceitos esses que a direita caminha, estão se fortalecendo a cada dia em nosso país.