Bolsonaro se reúne com MDB e PRB e inicia conversas com partidos

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, iniciou nesta 3ª feira (4.dez.2018) a conversa com bancadas partidárias. O militar recebeu deputados do MDB e do PRB no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília, sede do governo de transição. É uma forma de buscar apoio no Congresso.

Segundo o líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi, participaram da reunião 25 deputados reeleitos e 9 eleitos.

Tanto ele como o líder do PRB, Celso Russomanno, defenderam a aprovação da pauta econômica.

Também elogiaram a opção de Bolsonaro de nomear ministros com base em indicações de bancadas temáticas e não de partidos.

“Estamos vivendo uma nova politica. O MDB não reivindicou cargos, não tem a pretensão de indicar ninguém no governo“, disse Baleia.

O MDB e PRB afirmam que atuarão de forma independente, mas a tendência é a bancada apoiar a maioria dos projetos.

“Esse é o processo democrático. Essa troca de cargos não é boa. Toda vez que o presidente tem que demitir um ministro, fica amarrado porque o partido faz parte da base de sustentação”, disse Russomanno.

Nesta 4ª (5.dez), Bolsonaro se reúne com PSDB e PR. Na semana que vem, se encontra com PSD.

Com exceção do MDB, os outros 3 partidos (PSDB, PR e PRB) formaram já no 1º turno das eleições presidenciais uma aliança para apoiar o candidato tucano Geraldo Alckmin (PSDB). O MDB lançou Henrique Meirelles, mas muitos integrantes do partido apoiaram Bolsonaro.

DEPUTADO PRESIDIÁRIO ESTEVE PRESENTE

A reunião do MDB teve a presença do deputado Celso Jacob (MDB-RJ). Ele foi condenado em 23 maio de 2017 por falsificação de documentos e cumpre prisão domiciliar.

O emedebista foi preso em junho de 2017 por falsificação de documento e dispensa de licitação para construção de uma creche, em 2002, quando era prefeito de Três Rios (RJ).

Jacob cumpriu pena em regime semiaberto e continuou com suas atividades no Congresso até novembro, quando foi pego tentando retornar para a carceragem com queijo na cueca.

Em maio, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a convocar o suplente do deputado, José Augusto Nalin (DEM-RJ), para substitui-lo na Casa. Agora Jacob conseguiu reverter a decisão para poder voltar às atividades.