Vaquinha para Lula é articulada por amigos

Advogados e amigos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já planejam vaquinha para que ele pague a multa de cerca de R$ 2,5 milhões estabelecida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e possa cumprir o restante do tempo de prisão em casa. A indenização foi acordada na última terça-feira (23) em julgamento sobre os recursos de Lula no caso tríplex.

O pedido do cumprimento do restante da pena do ex-presidente em regime semiaberto só deve ser analisado após o pagamento da multa. Os juízes também reduziram a pena de  Lula, de 12 anos e 1 mês,  para 8 anos, 10 meses e 20 dias. A redução permite o ex-presidente pedir o cumprimento da pena em regime semiaberto a partir de setembro, mediante o pagamento da multa.

Os petistas José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares já usaram a arrecadação de contribuições financeiras para pagar obrigações com a Justiça.

Dependendo do desfecho do julgamento sobre o caso em que é acusado de receber vantagens indevidas em 1 sítio em Atibaia (SP), o prazo para que o ex-presidente passe para o regime semiaberto pode aumentar novamente.