Adriano afirma que seu mandato não é sujeito a acordos

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), líder da oposição na Assembleia Legislativa, manifestou-se, nesta terça-feira (2), sobre o encontro entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e o ex-presidente José Sarney, na última quarta-feira (26), em Brasília.

Adriano confirmou que houve um acordo entre Flávio Dino e José Sarney. O parlamentar ainda criticou o histórico recente do comunista que “demoniza” adversários e, depois, pede apoio. “Ele fez isso com o João Castelo, com o Aécio Neves, com Jackson e com vários outros. A história política de Flávio Dino é direcionada pelo oportunismo político”.

Apesar de expor o acordo, ele reiterou que seu mandato pertence ao povo que o elegeu para fazer oposição ao governo atual. Além disso, não há a mínima possibilidade de que um acordo formulado na semana passada mude sua postura no parlamento. Adriano permanecerá na oposição ao comunista.

“Esse acordo certamente não me envolverá jamais. Porque, neste mandato, o titular sou eu, e eu vou até o final, independente de acordos políticos”, disse o deputado.

Adriano afirmou que não cabe a ele expor os detalhes do acordo. “Não sou eu quem devo apresentar as particularidades do que foi conversado entre José Sarney e Flávio Dino. Mas houve sim acordo e o povo do Maranhão vai presenciar esses detalhes futuramente”, reiterou.