A pedido de Bolsonaro, PSL pode ganhar novo nome

Uma reunião para debater o futuro do partido PSL foi realizada no Palácio da Alvorada entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, o vice-presidente da legenda, Antonio Rueda, e a advogada da sigla, Karina Kufa.

Na última quinta-feira (05) eles se reuniram para definir um novo estatuto e código de ética.

Outra alteração considerada, a pedido de Bolsonaro, é a alteração do nome do partido, que pode se chamar Partido Socialista Liberal – o atual “social” da sigla incomoda Bolsonaro.

Mudanças na direção também são cogitadas, desde que Rueda e Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, sigam no comando.