Dino: ou tudo, ou nada

 

O governador Flávio Dino (PCdoB) decidiu convocar prefeitos do Maranhão para uma reunião as pressas no dia de hoje (10) em São Luís. Em pauta, está à queda do comunista nas pesquisas que a cada dia vê a possibilidade de segundo turno mais nítida o que seria temerário para sua eleição, afinal, a tendência é de união da oposição para desbancar o atual governo.

Apesar dos aliados do governador tentarem desqualificar os resultados da Escutec e do Ibope a verdade é que um sinal de alerta foi acionada, ainda mais com a recepção calorosa que a adversária, Roseana Sarney (MDB), recebe nos municípios do interior e na capital. A perspectiva é que a emedebista deve aumentar ainda mais sua pontuação.

A estratégia de Dino é enquadrar os prefeitos: quem não se empenhar na campanha sofrerá nos próximos meses retaliação por parte do Palácio dos Leões. Além disso, o governador também tenta salvar seus candidatos ao Senado, principalmente Weverton Rocha (PDT), cada vez mais desesperado.

O momento agora é de “ou tudo, ou nada” por parte dos governistas.