TRE determina que Flávio Dino exclua vídeo das redes sociais

O Tribunal Regional Eleitoral (TER-MA) deu um prazo até às 20h, desta sexta-feira (08), para que o governador Flávio Dino (PCdoB) exclua das redes sociais e do Youtube uma propaganda institucional do governo, em que é citada a campanha eleitoral do comunista em 2014.

O juiz eleitoral Gustavo Vilas Boas acolheu representação do PRP. Em sua decisão, o magistrado entendeu que houve propaganda antecipada por parte do governador.

“Depreende-se dos autos a utilização, ao menos subliminarmente, de elementos coincidentes na propaganda institucional e na propaganda eleitoral, indicando prática de conduta abusiva – despachou Vilas Boas”.

Em caso de descumprimento, a multa diária é no valor de R$ 5 mil.

Dino é reincidente. No mês passado ele foi condenado pela Justiça Eleitoral depois de pedir que o público presente em um evento do partido Solidariedade transformasse aplausos em votos.