PCdoB se prepara para apoiar Ciro Gomes

Nas últimas semanas os movimentos políticos da direção do PCdoB revelam que a pré-candidatura à presidência de Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) serviu apenas como operação para alavancar outro postulante ao cargo: o pedetista Ciro Gomes.

Em entrevista ao jornal “O Estado de São Paulo” a comunista admitiu abrir mão da disputa pela união dos partidos de esquerda, desde que ocorra um gesto do PT. Posicionamento acompanhado pelo deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP). Além disso, o governador Flávio Dino (PCdoB) já sinalizou que prefere a candidatura de Gomes à de Manuela.

Manuela D’Ávila e Ciro Gomes

Desde o início, a candidatura de Manuela se mostrou suspeita. Afinal, o PCdoB nunca havia lançado candidato à Presidência antes e decidiu fazer isso justamente no momento em que o PT estava sendo atacado.

O que mais atenção é que o próprio Ciro já fez críticas ao PT, agora tenta sair fortalecido como candidato da esquerda brasileira.  Um desafio e tanto, afinal, o seu nome é visto com desconfiança por muitos movimentos populares ligados ao partido de Lula.