George Soros é defendido pelos grandes veículos de comunicação

Um dos homens mais ricos do mundo, o bilionário empresário George Soros tem financiado a grande mídia na tentativa de mascarar as críticas que recebe em vários países, inclusive no Brasil. Devido a sua influência política e atuação na promoção no globalismo, que visa a construção de um governo mundial que rebaixa soberanias nacionais a outros interesses político-ideológicos.

Nesta segunda-feira (04), vários portais publicaram a mesma reportagem em que é contada a trajetória de Soros famoso por fazer fortuna através de especulação financeira. O investidor é apontado como defensor dos direitos humanos e promotor de valores democráticos liberais ao redor do mundo. Por isso, seria alvo de nacionalistas, populistas e militantes de direita. A campanha seria para defender Soros e mostrar sua biografia como um “herói” mundial.

Entretanto, Soros costuma ser estratégico com seu dinheiro.

Através da Agência Pública, veículo de investigação jornalística, tenta ter o controle da informação, principalmente das redes sociais, algo que teme, já que não estão sob sua tutela e acabam por divulgar informações que não são do interesse dos globalistas. Atribuindo assim a toda crítica o rótulo de “fake news”.

Segundo o portal Terça Livre “um dos meios de atuação de Soros em prol do globalismo é a Fundação Open Society, em que banca projetos em mais de 100 países, todos em defesa do progressismo e das ideologias seculares. A rede conta com mais de US$ 18 bilhões”.

Há uma diferença entre o real George Soros e aquele que a grande mídia tenta mostrar.