Professores, delegados, enfermeiros e demais funcionários do estado podem perder aposentadorias

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) poderia ser o protagonista de um debate que diz respeito a todo o servidor estadual maranhense. Um debate que poderia impedir milhares de professores, policiais militares, médicos, enfermeiros, delegados e mais um número imenso de servidores estaduais maranhenses de passarem pelo suplício que seus colegas cariocas estão passando: não receber suas aposentadorias.

O parlamentar vem alertando para o fato de que o Regime Próprio de Previdência dos Servidores (RPPS) do Maranhão terá um rombo de mais de R$ 10 bilhões de 2018 a 2027 (10 anos). Ou seja, os recursos que garantem o pagamento de aposentadorias dos servidores estaduais maranhenses estão em risco.

O problema é que o deputado quando vai discursar, escrever ou debater sobre o assunto, lida como se estivesse falando para técnicos. Em nenhum momento das intervenções de Adriano Sarney fica claro que policiais, médicos, professores, delegados PODEM FICAR SEM APOSENTADORIA.

O deputado deveria perceber que seus eufemismos, seus penduricalhos discursivos e seu apreço pela linguagem técnica não ajudam a esclarecer ABSOLUTAMENTE nada. O governo deve estar aliviado.

De acordo com Adriano Sarney o risco na aposentadoria dos maranhenses está no relatório “Projeção Atuarial do Regime Próprio de Previdência dos Servidores”, na página 37 do Anexo de Metas Fiscais na Lei de Diretrizes Orçamentárias 2018 (LDO 2018), que pode ser acessado no site da Secretaria de Planejamento do Maranhão (Seplan) – http://bit.ly/2FpXlgM.

O deputado acusa Flávio Dino de saber da bomba relógio e tentar esconder isso do população. Adriano ainda fez acusações graves contra o governador. Segundo ele, foram alocados R$ 145 milhões destinados à Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE) para cobrir o pagamento de aposentadorias e pensões da área educacional.

O assunto é gravíssimo e deveria ser uma das pautas das eleições. Pena que o deputado não está sabendo traduzir a coisa.