Flávio Dino perde os dois primeiros rounds contra Roseana

Com a indefinição das demais candidaturas, a menos de um ano das eleições vai ficando mais definido o embate entre a ex-governadora Roseana Sarney e o atual governador Flávio Dino. Uma análise fria mostra que, pelo menos até agora, a oposicionista teve êxito em suas primeiras movimentações contra a situação.

Ainda em 2017 quando todas as pesquisas mostravam que Roseana Sarney poderia ser competitiva, os aliados do governador cantavam o contrário. “Roseana não será candidata”, diziam.

Aliás, a tática é antiga e já foi usada contra Jackson lago em 2010. Para tentar ocupar o lugar de antagonista do Grupo Sarney, Flávio Dino e seus aliados trataram de desacreditar o eleitorado de Jackson Lago espalhando por todo o Maranhão que o ex-prefeito de São Luís era ficha-suja e estava inelegível. Jogo baixo que foi novamente usado, só que dessa vez contra Roseana Sarney.

Vieram as pesquisas e a ex-governadora se manteve como principal adversária do comunista. Não caiu e nem subiu, manteve-se estável. Roseana abriu o placar.

Nesta semana, após anos longe do eleitorado e com uma estrutura considerada simples, Roseana Sarney decidiu iniciar uma caravana pelos municípios maranhenses. Está sendo recebida por centenas de pessoas nas viagens que faz.

Mais uma vez os aliados do Palácio dos Leões recorrer ao desmerecimento. Dizem que as reuniões são um fracasso por serem frequentadas por poucas pessoas, mostram fotos forjadas de salões vazios e fazem galhofa.

Reunião de Roseana em Buriticupu. Fracasso?

Roseana Sarney em Santa Inês.

O fato é que esperar que Roseana Sarney arraste milhares de pessoas pelas ruas apenas com visitas simples é um equívoco que não precisa de explicação. Nenhum político hoje no Brasil, com exceção de Lula e Jair Bolsonaro, consegue tal feito. Os comunistas exigem de Roseana algo que o governador não tem. Ou será que esqueceram do último teste de popularidade em uma praça recém-inaugurada? Esqueceram?

Torno a dizer: exigem de Roseana popularidade que não é tida por Flávio Dino.

Já as fotos que mostram salões com 5 ou 6 pessoas são encomendadas. Como denunciou o jornalista Gilberto Léda, alguns espiões de Flávio Dino fazem as imagens muito antes ou muito depois das reuniões. Roseana amplia o placar.

Não se trata aqui de torcida, mas de análise de fatos. Flávio Dino ainda é franco favorito, MUITO favorito, para as eleições deste ano. No entanto…

Tentaram fazer acreditar que Roseana não seria candidata, erraram.

Agora tentam passar a impressão de a ex-governadora só tem força se andar com mil e quinhentas pessoas na barra das calças, erram de novo.

O placar é 2 a 0.