“Filósofa” defensora de assaltos se filia ao PT com apoio de Lula

A “filósofa” Márcia Tiburi, nacionalmente conhecida após fugir de um debate e ter um vídeo em que ela defende assaltos divulgado (abaixo), se filiou hoje (06) ao Partido dos Trabalhadores (PT), um dos principais partidos investigados pela Lava Jato.

A filiação foi anunciada pela senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, em seu perfil oficial no Twitter. A ficha de filiação de Márcia foi assinada pelo próprio Lula.

De acordo com informações, Márcia Tiburi recebeu mais de R$ 162 mil para ensinar “ética” em empresas estatais e R$ 108 mil reais para um projeto “cultural” por meio da Lei Rouanet. Daí provavelmente deve decorrer o fato de Márcia ser uma defensora de assaltos:

A senadora petista não mencionou em sua mensagem se a “filósofa” será candidata nas eleições deste ano, mas a possibilidade existe dado que o prazo para se filiar a um partido político a fim de participar das eleições se encerra somente em 7 de abril. Márcia possui uma visão bastante peculiar de como seria o mundo comunista que ela deseja, retratada por Márcia em outro vídeo:

https://www.facebook.com/ilisp.org/videos/2452329218325883/