ELEIÇÕES 2018: João Alberto pode ser um cabo eleitoral valioso

O desempenho morno do governo Flávio Dino e a boa performance da ex-governadora Roseana Sarney nas últimas pesquisas tornam a cada dia a candidatura da peemedebista mais inevitável. É impossível analisar a disputa em si antes de 2018. Contudo, analisar os fatores evidentes de cada candidatura não é apenas possível, como se faz extremamente necessário.

E entre todos os coadjuvantes de todas as possíveis candidaturas talvez nenhum se faça mais imponente do que o senador João Alberto. À primeira vista nenhum político tem tanto a oferecer a uma chapa quanto ele.

O fato é que o Maranhão não possui uma referência na educação. Não possui nenhuma referência na gestão. E muito menos na saúde (o caso de Ricardo Murad deve ser analisado com mais calma depois).

João Alberto é o ponto fora da curva. Quando governador ele alcançou a categoria de, para usar o termo da moda, mito na segurança pública. Oito em cada dez maranhenses gostariam de ver o Carcará de volta ao comando da segurança no Maranhão. A “política de segurança” dele deixou saudade.

O mesmo pode-se dizer da tropa. A Polícia nunca esteve tão acuada quanto está hoje. E isso, verdade seja dita, não é culpa do governo da vez. O processo de desmoralização das forças policiais vem de longo tempo. Hoje em dia são raros os governadores que enaltecem suas tropas e lhes garantem a segurança de consciência e jurídica necessária para enfrentar o crime. A figura do líder vigoroso e destemido é um desejo de das forças. E João Alberto cai como uma luva…

O fato é que a entrada do senador em uma campanha eleitoral, sua exposição na propaganda e a promessa de volta, no mínimo, iria render muito barulho. Resta saber se João Alberto estaria disposto a abrir mão de uma vaga certa no Legislativo. Como senador suas chances são remotas, dadas as candidaturas de Lobão e Sarney Filho. Resta então a Câmara Federal e a Assembleia Legislativa. Eleições que seriam fáceis…

Além do mais pesa sobre João Alberto um outro ativo: não responde a nenhum processo e passa incólume ao mar de lama de corrupção que atingiu quase todos os políticos de primeiro escalão em Brasília.

O fato, e ele é indiscutível, é que João Alberto pode figurar entre os principais apoios de Roseana Sarney. Não encontrado adversário no setor na campanha do adversário Flávio Dino.